111702729645631349

by

Egocentrismo

Ainda não cheguei ao nível do que chamo de “Ego Elevado”, mas acho que um grande passo para evitar que isso se suceda é reconhecer quando estamos falando demais de nós mesmos.

Hoje ao conversar com Alexandre – um primo meu que só conheço pela internet mas que morou no mesmo bairro que eu por 16 anos, acredite se puder – veio aquela frase que pra mim já é quase jargão quando tenho de ser comparado a alguém ou algum conhecido dos tempos de juventude de meu pai me encontra “Gustavo, como tu tá parecido com o Carlito!”. Realmente, a semelhança é incrível, ainda mais nestas últimas semanas com um tanto a mais de cabelo e barba pela cara.

Meu pai costuma brincar que quando pensou em ter um filho decidiu terceirizar o trabalho e contratou o vizinho. Até hoje peço para meu pai que me apresente o tal vizinho, é que também quero contratar os serviços deste fabuloso profissional que consiguiu fazer, por que artes nem imagino, com que eu e meu pai ficassemos tão parecidos, e mais ainda, conseguiu criar um nariz idêntico ao do meu pai, uma verdadeira façanha visto o tamanho e particularidades do nariz que temos.

Eu...

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: