Contato

by

Foi inconsciente. Sentei no computador, na volta do almoço, abri o navegador, acessei o google, digitei teu nome completo, entre aspas. Ao recarregar da página lá estão diversas ocorrências do teu nome em vários sites. Olho rapidamente cada um dos sites. Nenhum deles pode te aproximar de mim, eles são apenas referências de um ponto no passado, e do teu passado eu tenho um tanto comigo. Tudo que queria, nesse gesto tolo de buscar num meio virtual alguma presença tua, era matar uma saudade que não justifica um telefone, uma visita, ou um email, mas que ambiciona, a qualquer custo, ser saciada.

Dou-me conta dos erros em meu ato. Como posso encontrar a ti da mesma forma que encontro referências a um telefone, serviço ou técnica? Será esta uma demonstração do quanto esse "viver vitual" está arraigado em meu comportamento de Analista de Desenvolvimento I? Serei eu o único homem no mundo a procurar uma referência da mulher que ama num site de internet, pois não quer incomodá-la com sua presença, mas ainda assim a deseja?

Sinto vontade de te ligar, mandar uma mensagem através do celular, enviar um email. Enfim, utilizar uma dessas tantas formas de comunicação que hoje temos a nosso dispor. Exito, penso, decido: deixarei de meter as mãos em um teclado qualquer para que possa assim encontrar um contato contigo. Deixo que algo em mim se desenvolva, a saudade, para que nosso próximo momento juntos seja melhor. Exitei, pensei, decidi. Contudo, minha saudade ainda permanece, e o que fazer? Fecho os olhos, mentalizo teu sorriso, a tarde de ontem, os beijos. Lembro-me do som da tua fala, da textura da pele, do cheiro em teus cabelos. Satisfaço meus desejos e tenho um outro tipo de contato contigo, um mental, desses que pede que tu estejas pensando, nesse momento, como eu penso em ti.

Talvez o telefone toque daqui a quinze minutos, pois recebesses minhas "mensagens mentais" e tivesses ação, enquanto eu me contive para ela. Talvez não. Fica a possibilidade que eu deixo a cargo da sorte, da minha mensagem mental e de ti. Se minha vontade de te ter, ver, ouvir, tocar, não for saciada agora, parcialmente, assim será num outro dia, de forma plena – indescritível.

2 Respostas to “Contato”

  1. VB Says:

    Li enquanto ouvia Fiore de la citta, cantada pelo Seu Jorge. Ficou divino! Fiquei apaixonada… vou alí ligar para alguém.

  2. Ju Says:

    Lindo! Simplesmente lindo!!!
    Como queria que um certo alguém procurasse pelo meu nome no google 😦 bjinhos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: