Místico

by

Sinto o último suspiro da tarde escapando entre meus dedos. Mão fechada, testa franzida, olho o horizonte e me nego a perder os raios de sol deste dia. O calor vespertino vai dando espaço para a elegante e fria luminosidade de uma lua cheia. Como não posso alterar o passo constante dos astros, altero meu humor, agora melancólico pelo dia ido, mas feliz pela noite serena que se chega.

Pés que seguem o cruzeiro do sul me levam novamente para casa. Lá encontrarei as justificações de um sonho realizado. Sinto o vento que trás boas novas de um tempo qualquer que agora não posso alcançar ou prever, consigo compreender apenas que há algo, lá adiante, tão bom quanto estes dias que venho vivendo. Se a Felicidade qualquer dia deitou-se com um homem, agora ela está de mãos dadas comigo.

Não há ciência, razão, método, raciocínio, lógica ou discurso que possa explicar o grande mistério que é viver. Há abismos de ignorância e montanhas de humildade a serem superados até que, enfim, o homem compreenda o que é a vida. Enquanto minha mente não pode galgar os degraus que me esclarecerão a verdade última, me contento com muito mais: viver o mistério da existência.

2 Respostas to “Místico”

  1. Mauro Castro Says:

    Vivo. É tudo o que sei fazer.
    Há braços!!

  2. V.B. Says:

    Eu acredito que a única coisa que podemos descobrir é como viver. Sobre a vida… difícil entender com nossas pobres mentes. Talvez o espírito saiba, mas jamais contaria. Perderia a graça.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: