Impérios do Terror

by

Muitos brasileiros se acordaram hoje com o Bom Dia Brasil noticiando a prisão de 21 possíveis terroristas que iriam realizar um grande ataque a aviões comerciais que fazem o trajeto Inglaterra/EUA. Para quem estava atento, nesse mesmo jornal era noticiado um cessar fogo israelense contra o Líbano para que possa haver uma negociação diplomática.

Ora, não é engraçado que depois de quase um mês de ataques ao Líbano ocorra então uma tentativa diplomática por parte de Israel para que cesse a agressão aos libaneses? Depois de centenas de mortos no Líbano – sim, porque os libaneses também são pessoas e também morrem, ao contrário do que muitos jornais parecem querer nos passar – os israelenses decidem fazer uma trégua. Bastante diplomáticos eles, só falta os bonzinhos enviarem alguns rabinos, senhores de uma nova concepção místico-teológica judaíca, para reviverem as crianças mortas do lado inimigo… Será que Israel não tem lá um plano por detrás disso, desta trégua sincronizada a um outro fato político de grande relevância? Será que depois de tantos pedidos de trégua eles decidem fazê-lo, coincidentemente – pois é claro, isso é uma grande coincidência, imaginem! – na data em que a Europa é ameaçada por um novo ataque terrorista?

Levanto aqui a possibilidade, lá bem provável, de que esse ataque, o terrorista, ah! o islâmico, é uma mera articulação do eixo EUA x Inglaterra x Israel para reforçarem uma possível negociação diplomática entre Israel e Líbano a favor do primeiro? É claro, podemos considerar essa hipótese “conspiratória” demais, contudo será que o desmantelamento do ataque terrorista aos aviões e a negociação diplomática aberta pelos terroristas israelenses acontecerem exatamente no mesmo dia é mera coincidência? As evidências de um atentado islâmico no WTC são claras, indiscutíveis, entretanto há quem diga, engenheiros gabaritados do MIT, que os dois prédios só cairam porque houve uma demolição controlada! Demolição controlada? Sim, procure no Google por demolição controlada WTC. As formas de se ter poder, ou controlá-lo, vão muito além daquilo que está explícito nos tratados internacionais ou naquilo que a mídia anuncia, hoje, por exemplo, vemos se estabilizar uma nova política de poder internacional baseada no terrorismo. Polítca esta adotada firmemente por EUA x Reino Unido e Israel, os Impérios do Terror.

A causa Palestina está destinada, não digo ao fracasso, mas à morte. Estados Unidos e Reino Unido defendem Israel com garras e tomahawks, por quê? Não será pelo capital judaíco depositado nesses países? Pelo poder capital desse povo? Israel será defendida até que ponto pelo capitalismo? As barbaridades que estão sendo feitas – agora com a justificação de novos ataques terroristas islâmicos – a mídia noticia mas nunca diretamente ou, ao menos, imparcialmente como no mínimo deveria ser. Pois, tentem adivinhar, quem controla a mídia global, desde o cinema norte-americano até às sucursais da rede globo? Que povo, hein?!

Vejam bem, não sou contra os judeus, não quero ser anti-semita, contudo, as vezes, parece que este próprio povo procura esse sentimento de antagonismo por parte dos outros, se não acha trata de desenvolvê-lo. Eles já sofreram muito, há de se considerar, mas o que leva um povo tão sofrido a impor tão terríveis flagelos a outros? O que faz com que um dos principais produtos de exportação de Israel seja os armamentos bélicos? Medo por um novo holocausto? Vontade de impor a outros povos aquilo que sofreram? Complexas questões para eu possa discutir aqui, mas reflitam… reflitam sobre a problemática, não que uma atitude isolada mude essas difícies situações, mas para que possamos exigir maior trasnparência da mída, maior força do nosso governo para tratar de forma justa essas questões, ao menos naquilo que lhe é possível.

Voltando às notícias do dia de hoje, 10 de Agosto de 2006, não será que o terrorismo é só uma forma de certos governos implantarem políticas de invasão aos povos árabes? Não estarão o EUA, Israel, Inglaterra promovendo o terror? Não serão eles os verdadeiros terroristas, os Impérios do Terror? O que as crianças libanesas fizeram de errado? Viver ao lado de Israel e não estarem dentro de seu contexto de poder? Quem será a próxima vítima? Do jeito que as coisas vão em breve teremos um bando de ianques botando os pés na Amazônia com a justificativa que devem defender a mata do perigo que é o governo brasileiro não preservá-la, que deve haver uma soberania da natureza. Vá lá… nem vale a pena divagar tanto, basta olharmos para Cuba, porque os americanos… bom, os americanos já estão de prontidão para o bote!

Obs:

Links para complementar o texto

Imagens das vítimas do terrorismo (imagens muito fortes)

Notíca da prisão dos terroristas islâmicos

Notícia do cessar fogo israelense

Blog: A Basel Irmad Termos, pela vida que não foi

Blog: Economia da Violência

Uma resposta to “Impérios do Terror”

  1. V.B. Says:

    Conhece o livro DEVAGAR – Como um movimento mundial está desafiando o culto da velocidade, do Carl Honoré? Acabei de ler e estou numa campanha ferrenha pelo Devagar. Nunca fui acelerada, mas tenho tentado encontrar formas de viabilizar o Devagar na vida das pessoas com quem convivo.

    Grande Abraço

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: